Quando a unha fica encravada ou inflamada acaba ocasionando vários sintomas indesejáveis como dor, vermelhidão, inchaço e inflamação. Esse problema pode ocorrer em qualquer dedo do pé, mas acomete com maior frequência o dedão.

Na maioria dos casos a unha acaba encravando e posteriormente inflamada ou infeccionada devido a forma incorreta de cortar as unhas do dedo do pé (que em vez de ser cortado de forma reta tem as laterais cortadas de forma arredondada) ou pelo uso de sapatos que apertam os dedos dos pés (fazendo como que a unha tenha um crescimento anormal).

Quem tem predisposição a ter unha inflamada, encravada e infeccionada?
As unhas encravadas tende a se desenvolver mais facilmente em pessoas que possuem deficiência no sistema imunológico, obesidade, problemas circulatórios, artrite e tumores (neoplasias).

Os principais sintomas são:
- Vermelhidão na região lateral da unha;
– Inflamação;
– Sensibilidade;
– Inchaço;
– Infecção.

Remédios caseiros – unha inflamada ou encravada:


Sal e água morna: Coloque o pé afetado dentro de uma bacia com 1 litro de água morna e 1 colher de chá de sal. Deixe por 20 minutos e repita o procedimento 3 vezes ao dia.

Óleo de tea tree: Uma ótima forma de prevenir e combater a infecção é utilizando o óleo de tea tree, que é um antibiótico natural. Para o tratamento, basta colocar algumas gotas do óleo diretamente sobre o dedo afetado.

Sal de Epsom e água morna: Para fazer a receitinha você precisará de duas colheres de sal de Epsom, 1 litro de água morna e uma capsula de vitamina E. Coloque os ingredientes em uma bacia e em seguida mergulhe o pé afetado. Deixe agir por 20 minutos e repita a recita 3 vezes ao dia, até a dor diminuir e a unha voltar a crescer.

Como aliviar a dor da unha encravada?
Uma forma de prevenir e aliviar a dor da unha encravada é colocando por entre a unha e a carne um pequeno pedaço de algodão. Fazendo com que a pele e a unha entrem em atrito. Faça a troca do algodão diariamente para que ele permaneça limpo e não provoque nenhum tipo de infecção.