A unha encravada é um problema que ocorre quando não existe o cuidado preventivo, fazendo com que se repita mês a mês. E se por acaso você faz uso frequente de sapatos apertados ou não corta de forma devida as unhas dos pés. Você provavelmente sofrerá com incômodos da unha encravada. Então, para que você não sofra mais, fizemos uma breve lista com 4 dicas para evitar a temida unha encrava, veja a seguir:

4 Dicas para evitar a unha encravada:

  • Dica 1: Caso o cantinho da unha do dedo do pé esteja avermelhado e você esteja sentindo incômodo ao toque, será necessário mergulhar os seus pés em uma bacia com água morna e deixar por 15 minutos. Em seguida, seque bem os seus pés e pegar um pequeno pedaço de algodão e introduzir embaixo da borda lateral da unha. Agora, caso sua unha já esteja inflamada, você pode aplicar algumas gotas de antiséptico no algodão antes de colocá-lo sob a unha.
  • Dica 2: Tenha bastante cuidado ao cortar as unhas dos pés. Pois, quando você faz o corte em formato de “U” nas unhas, acaba se tornando bastante prejudicial pois favorece a unha encravada, já que as unhas crescem de trás para frente.
  • Dica 3: Evite fazer uso de sapatos e meias apertadas, pois eles podem acabar modificando o formato das unhas e permitindo com que elas encravem. Por isso, dê preferência aos sapatos abertos e as sandálias.
  • Dica 4: Caso você tenha cortado as unhas dos pés no formato errado ou tenha deixado elas muito curtas, você pode utilizar a lixa de unha nas bordas, para que as pontinhas não penetrem na pele.

Seguindo essas quatro dicas será possível diminuir consideravelmente a probabilidade das unhas dos pés encravarem.

E quando nada disso resolve?
Em alguns casos a unha encravada pode ser congênita, que ocorre devido ao próprio formato da unha, que possui um espaço muito pequeno para seu crescimento. Esse problema afeta principalmente os bebês, sendo necessitário  consultar o médico dermatologista para um diagnóstico preciso e um tratamento eficaz.

O tratamento da unha encravada congênita em adultos é colocando um pequeno aparelho, que mais se assemelha ao ortodôntico, que irá empurrar e ampliar a região onde ocorre o crescimento da unha, de forma progressiva. Em casos extremos, o médico pode fazer uma pequena cirurgia para diminuir a matriz da unha, fazendo com que sua largura diminua.