Lavar o rosto com água gelada diminui espinhas? Confira os benéficos para pele!

Clínicas de estética frequentemente discutem o uso da água gelada e do gelo como um tratamento para a acne e espinhas. Embora essa prática seja amplamente divulgada em redes sociais e blogs de beleza, muitas vezes, a informação é imprecisa ou exagerada. Por isso, é importante abordar o tema de forma clara e objetiva, eliminando os mitos e expondo os benefícios que a aplicação de gelo pode oferecer.

O que gelo faz com a espinha?

O gelo ajuda a diminuir o inchaço, a vermelhidão e a inflamação da espinha, além de melhorar a circulação sanguínea no local. A aplicação de gelo também pode ajudar a reduzir a quantidade de bactérias presentes na pele, o que pode contribuir para o surgimento das espinhas. A vasoconstrição causada pelo gelo ajuda a contrair os vasos sanguíneos, diminuindo o fluxo sanguíneo e a sensação de dor ou incômodo na área afetada.

Como aplicar o gelo na espinha sem queimar a pele?

A água gelada fecha os poros, reduzindo a produção de sebo e oleosidade que se acumulam durante o dia e noite, deixando a pele mais lisinha. Aplicar o gelo na pele por 1 ou 2 minutos pode trazer benefícios para a aparência das lesões de acne, mas é importante não deixar o gelo por muito tempo para evitar queimaduras na pele.

Dicas e truques para tirar espinhas de forma caseira?

Algumas dicas caseiras para combater as espinhas incluem o uso de máscaras de aloe vera e jojoba, argila verde e lavanda, que ajudam a limpar e acalmar a pele. Além disso, tônicos naturais de camomila ou chá verde podem ajudar a reduzir a inflamação e vermelhidão. Para remover as células mortas da pele e prevenir novas espinhas, uma esfoliação com aveia, alecrim e açúcar pode ser aplicada. Esses remédios caseiros são uma ótima opção para incluir no seu ritual de cuidados com a pele e ajudam a manter sua pele saudável e bonita.

Então, se alguém estiver enfrentando problemas relacionados à acne e espinhas, é altamente recomendável que procure um dermatologista para um tratamento adequado e personalizado. É importante salientar que a aplicação de gelo não é uma solução para as espinhas e não deve ser usada como um substituto para o tratamento médico adequado. O dermatologista poderá avaliar o tipo de acne ou espinha e recomendar o tratamento mais adequado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here